quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Canção Nova é de Deus?

Infelizmente, mesmo com a onda de notícias mostrando que a candidata Dilma é a favor do aborto e com a Nota da CNBB pedindo que o povo católico não vote em candidatos do que apóiem o aborto ,a Canção Nova finge que está certa ao evitar falar sobre o assunto.
Não bastasse isso, várias vezes candidatos do PT usam do espaço na TV Canção Nova falam de assuntos divergentes à fé católica mas, quando, na manhã do dia 05 de outubro, o Padre José Augusto se pronuncia CONTRA O PT, em concordância com o apelo da CNBB e de diversos bispos diocesanos e em concordância com o que ensina a Santa Mãe Igreja, o sr Wellington Silva Jardim, Presidente da Fundação João Paulo II, de forma vergonhosa e totalmente lamentável, se pronuncia NÃO A FAVOR, mas sim contra o discurso do padre que, nada fez, exceto alertar aos católicos e a todos os espectadores sobre o perigo que corremos caso a candidata do PT seja eleita.

Abaixo o vídeo da homilia do padre, falando desse perigo chamado PT
 
E abaixo o comunicado ridículo do presidente da Canção Nova

"A Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação vem a público para reafirmar que não apóia, não subsidia e não possui vínculos com partidos e candidatos.
É necessário ressaltar que não autorizamos, bem como não aprovamos manifestações isoladas de apresentadores, colaboradores e engajados.
E, em especial, sobre o episódio desta manhã, 05 de outubro, não autorizamos o pronunciamento público do sacerdote Padre José Augusto Souza Moreira sobre o Partido dos Trabalhadores, bem como a opinião do mesmo representa tão somente seu pensamento, não sendo em hipótese alguma o pensamento da instituição.
Lamentamos o ocorrido e manifestamos mais uma vez nossa obediência aos princípios democráticos, na legislação eleitoral em vigor e na crença de que o povo brasileiro saberá, com critério e sabedoria determinar o seu futuro nas urnas.

Wellington Silva Jardim
Presidente da Fundação João Paulo II
"

http://www.cancaonova.com/portal/canais/tvcn/tv/mostramateria.php?id=6434


Porque o sr Wellington Silva Jardim não emitiu notas semelhantes quando candidatos usaram do espaço "religioso" para fazer discurso eleitoral?

A pergunta que fica é: Será que a Canção Nova ainda merece ser chamada de católica?